Sem categoria

O mundo das empresas e comunidades tradicionais no Pantanal: problemas distintos soluções semelhantes

O mundo das empresas e comunidades tradicionais no Pantanal: problemas distintos soluções semelhantes

por Rafael Morais Chiaravalloti e Claudio Valladares Pádua Pantaneiros e empresários são pessoas muito diferentes. Talvez ambos se encontrem em alguma pescaria nas férias de julho no meio do Rio Paraguai, em que a canoa de um cruza o barco no outro. Até agora, provavelmente, a comunicação tem se resumido a um aceno de mão. No entanto, as novas teorias econômicas e sociais, têm mostrado que uma pequena conversa entre os dois poderia ajudar os visitantes do Pantanal a revolucionarem o mundo dos negócios. Basicamente, Continue lendo

Como salvar o meio ambiente? Regras ou não ?

Como salvar o meio ambiente? Regras ou não ?

Responder em duas palavras como salvar o meio ambiente aparentemente seja tarefa impossível. No entanto, a ONU e outras agências globais parecem ter a resposta: posse da terra. Há um investimento pesado ao redor do mundo. Apenas no Afeganistão, foram investidos 53 milhões pela Agencia Americana de Desenvolvimento (USAid) entre 2004 e 2009 nessa campanha. A ideia é simples, e se baseia em duas teorias já bem estabelecidas. A primeira vem da teoria da tragédia dos comuns, do famigerado ecologista Garret Hardin. Imagine um rio Continue lendo

Olha o que este consultor de sustentabilidade disse sobre o MBA do IPÊ

Olha o que este consultor de sustentabilidade disse sobre o MBA do IPÊ

Conheça o consultor de sustentabilidade Wilson Pereira. Neste vídeo, ele fala sobre como o curso em formato de MBA em Gestão de Negócios Socioambientais o permitiu refletir sobre sua prática profissional, fazer networking e avançar na carreira. Wilson foi aluno da 1ª turma do MBA do IPÊ. Este MBA é fruto da parceria entre ESCAS/IPÊ, ARTEMISIA e CEATS/USP. Faça como o Wilson. Entre para o MBA da ESCAS/IPÊ e faça a diferença para a sociedade e o meio ambiente ao mesmo tempo em que gera valor Continue lendo

O destino de um homem sem chave

O destino de um homem sem chave

  Era 22 de Agosto, segunda-feira, um dia antes do meu aniversário. No caminho de volta para casa percebi que tinha esquecido a chave na universidade. Me vi obrigado a sentar em um bar para esperar minha mulher chegar do trabalho. Ali concluí algumas coisas que considerei importantes: Não há muita novidade no mundo. Se posso dizer alguma coisa é que todo mundo vai passar por problemas, e eles, por sinal, também vão passar. Iremos passar por alegrias, e elas, infelizmente, também vão passar. E Continue lendo