Valeu a pena?

Fernando PessoaFoto da estátua de Fernando Pessoa, Lisboa, Portugal

Um dia, mais cedo ou mais tarde, a vida irá mostrar os dentes. Não existe escapatória. Todo aquele esforço. O tempo dispendido. As horas que não passou com o filho ou que não passou tentando ter filho resultarão em nada. Os grandes sonhos irão se esmorecer, e aquilo que era sonho irá virar pó. Infelizmente, isso faz parte da vida, principalmente daqueles que se arriscam.

Por exemplo, muitos passaram anos estudando o aquecimento global. Em um esforço semelhante às fábricas de carvão, cientistas dedicaram a vida para entender os processos e os seus mecanismos na esperança de mostrar novos caminhos para a sociedade. Horas, meses e anos pesquisando. O mesmo com a biodiversidade. Muitos desistiram de tudo para que algumas espécies pudessem ser salvas. No entanto, hoje, cada vez mais, estamos nos distanciando de algo que todos esses grandes heróis lutaram. Valeu a pena todo aquele esforço?

Claro, não sou o primeiro a fazer essa pergunta. Já dizia que o salgado do mar é resultado das lágrimas dos portugueses que choraram a morte dos seus marinheiros. E se questionava a virtude das grandes navegações.

Sim, tudo vale a pena se a alma não é pequena. Mas, ao mesmo tempo, é difícil ter uma alma grande. É difícil entendemos as razões e os motivos de continuar. Sim, sempre existe um objetivo maior, no entanto, é difícil ligá-lo à nossa realidade.

Por isso, na minha opinião, faz parte sentir-se sem esperança. Não somos máquinas para replicarmos todos os ensinamentos dos livros de auto-ajuda. A vida é difícil.

Mas são nas miudezas que mora a sua beleza. Os pequenos objetivos tornam o caminho menos árduo. Juntos eles se ligam. Se não há sentido na vida, talvez haja no dia-a-dia. Como já se diz na teoria do suco de laranja, a vida sempre vale a pena se olharmos para o lado certo.

Rafael, autor do Livro O Homem que salvou NY da falta de água e outros mestres da sustentabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.