IPÊ e ESCAS na Virada Sustentável São Paulo 2017

Durante a Virada Sustentável 2017 de São Paulo, o IPÊ e a sua escola ESCAS realizarão o evento “Conservação da Biodiversidade: um ótimo negócio”. O encontro será composto por três palestras de pesquisadores e mestres em conservação, seguidas de um debate sobre como produções podem ser lucrativas economicamente e benéficas à biodiversidade, se feitas de maneira sustentável e protegendo os serviços ecossistêmicos.

As palestras vão trazer dados atualizados sobre temas relevantes para quem se preocupa com o consumo mais consciente, que gere cada vez menos impacto social e ambiental.  O debate será mediado pela coordenadora do Mestrado Profissional da ESCAS, Cristiana Martins.

Confira a programação

Serviços Ecossistêmicos no Sistema Cantareira

A proteção dos serviços ecossistêmicos do Sistema Cantareira (SP) deve ser foco de atenção de todos aqueles que se beneficiam direta ou indiretamente dele. De empresas a consumidores da água produzida ali, até mesmo produtores rurais, que dependem de áreas que influenciam na qualidade do meio ambiente local.

Pesquisa do IPÊ comprovou que é possível garantir melhoria na produção rural com benefício à biodiversidade, por meio de um melhor uso do solo. Na palestra, outros dados sobre a sobrevivência desse sistema que vive sob ameaça ambiental serão discutidos com o público.

Palestrante: Prof. Alexandre Uezu, Doutor em Ecologia pelo Instituto de Biociências/USP. Coordenador de projetos do IPÊ e professor da ESCAS.

Pecuária neutra: negócios, clima e ambiente em equilíbrio

Com o desafio de transformar a produção pecuária em um negócio mais amigável para o planeta, Leonardo Resende, Mestre pela ESCAS/IPÊ, propõe estimular nas fazendas brasileiras a iniciativa que ele aplica na propriedade da família: a pecuária “neutra em metano entérico”. Baseada em um sistema de produção silvipastoril, é feita a partir da integração da pecuária com florestas.

O sistema produtivo é bom para a melhoria do clima, pois já consegue sequestrar carbono da atmosfera. E é um negócio comprovadamente promissor para quem quer investir. Além disso, é uma saída ao consumidor do produto, preocupado em reduzir o seu impacto sobre os recursos naturais.

Palestrante: Leonardo Resende, Administrador de Empresas e Mestre em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável pela ESCAS. Doutorando em Meio Ambiente pela PUC Rio.

Produção de orgânicos e certificação

Como a certificação afeta a produção e venda de orgânicos — uma reflexão sobre agricultores familiares do cinturão verde de São Paulo. Produzir alimentos de maneira orgânica, respeitando os ciclos da natureza e contribuindo para uma melhor qualidade de vida da população tem sido o negócio de pequenos agricultores de uma fundamental área verde de São Paulo. Esta palestra apresentará o resultado de sua pesquisa sobre o tema e nos convida a conhecer e compreender os fatores que influenciam a produção orgânica na cidade.  

Palestrante: Débora Vendramin Otta, engenheira agrônoma e Mestre em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável pela ESCAS.

Serviço

“Conservação da Biodiversidade: um ótimo negócio” (IPÊ e ESCAS)
25 de agosto de 2017, às 14h
Biblioteca do Unibes Cultural

Endereço: Rua Oscar Freire, 2.500 – Sumaré (ao lado do metrô Sumaré)
Contato IPÊ: (11) 3590-0041

Inscrições

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas exclusivamente pelo site:

Faça AQUI sua inscrição para o evento

Sobre o IPÊ

O IPÊ atua há 25 anos na conservação da biodiversidade na Mata Atlântica, na Amazônia, no Pantanal e no Cerrado. A organização é reconhecida por suas práticas de pesquisa científica de espécies, projetos de educação ambiental e de negócios sustentáveis. Suas ações alcançam cerca de 10 mil pessoas por ano. As ações do Instituto buscam ser realizadas em parceria com comunidades, instituições governamentais e privadas. Sempre em busca de um equilíbrio entre as relações, que reflita no meio ambiente e na sociedade.

Desta forma, entende a necessidade de aliar e equilibrar interesses socioeconômicos aos de proteção da biodiversidade, no desenvolvimento de um caminho mais sustentável para o Brasil e para o mundo. Por esta razão, seus projetos são conduzidos em parceria com produtores rurais, por exemplo, que vivem da terra e precisam diretamente da natureza para sobreviver.

Sobre a ESCAS

Desde 1996, o IPÊ oferece cursos a fim de multiplicar o conhecimento adquirido na sua prática de conservação. Por meio da ESCAS, o Instituto oferece Mestrado Profissional, MBA e cursos livres sobre temas variados no campo socioambiental. Os alunos da ESCAS são estimulados a criarem produtos e conteúdos que ajudarão na construção de uma economia e sociedade mais sustentável, e que valorize a biodiversidade brasileira.

Pela primeira vez na Virada Sustentável, IPÊ e ESCAS vão dividir com mais pessoas esse conteúdo. O objetivo é trazer a discussão da conservação da biodiversidade para ainda mais perto do público paulistano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *